O Futebol Feminino
Futebol Interativo

O Futebol Feminino


Carregando...

2021-08-04 09:00:00 |

O Futebol Feminino

Compartilhe logo whatsapp logo facebook logo linkedin logo twitter
Compartilhe img

O Futebol Feminino por Rodrigo Lopes

 

O futebol feminino vem crescendo em todo o Brasil e no Mundo, nos últimos anos, mas o que nos falta? O que falta em todo o futebol mundial feminino?

Essas perguntas, entre outras tantas, começam a serem respondidas, quando olhamos para trás, a data de 14 de abril de 1941, data que o presidente Getúlio Vargas proíbe as mulheres de jogar futebol (alegando que o esporte não era compatível com as condições de sua natureza). Em 5 de outubro de 1921, a FA (FOOTBALL ASSOCIATION), proíbe que o futebol de mulheres fosse praticado nos estados sob seu “domínio” por 50 anos.

A proibição no Brasil durou 38 anos, porém a regulamentação só foi acontecer em 1983. 

Atualmente as referências de jogadoras brasileiras são:

Ø   Marta – nascida em 1986

Ø   Cristiane – nascida em 1985

Ø   Formiga – nascida em 1978

       O que quero dizer, ao citar o ano de nascimentos dessas 3 jogadoras ícones para o futebol mundial é: Como exigir resultados se quando elas nasceram mal tinha sido regulamentado o futebol feminino no Brasil, e o pior uma delas nasceu ainda quando era proibido?

Elas e as outras jogadoras de sua geração e gerações anteriores, estão deixando um legado enorme.

Hoje as equipes de futebol feminino, tem à frente de suas comissões técnicas, treinadoras altamente capacitadas e capazes, e o futebol feminino começa a ter mulheres em cargos anteriormente ocupados apenas pelos homens.

Isso é uma conquista enorme!

Na CBF (CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL), a ex-jogadora Aline Pellegrino, é a coordenadora de competições femininas.

 Esse cargo foi criado a quase um ano atrás com o intuito de supervisionar e desenvolver competições no Brasil.

Hoje o futebol feminino no Brasil, conta com as seguintes competições nacionais: A-1, A-2, Sub 18 e sub 16.

Patrocínios maiores, clubes mais interessados, profissionais capacitados, vão ajudar a impulsionar a divulgação, interesse e desenvolvimento do futebol feminino no Brasil.

Não vejo infelizmente resultados expressivos a curto prazo ainda, mas o caminho está sendo construído da melhor forma. Hoje já é possível acompanhar pela televisão aberta, jogos oficiais de campeonatos brasileiros, libertadores e até mesmo campeonatos europeus de futebol feminino.

O futebol feminino está se desenvolvendo em todo o mundo. O que hoje pode fazer (e já faz) a diferença para resultados maiores (Copa do Mundo e Jogos Olímpicos) é o apoio que a modalidade recebe em cada país. Mas aí, é assunto para outro post.


E aí, gostou do texto? Então deixe seus comentários e aproveite para conhecer nossos cursos sobre técnica / tática.

Tags

2 comentários

Com certeza o impedimento de jogar nos trouxe atraso, mas com investimento podemos tirar esse atraso, precisamos de maior investimento na base e competições para que nossas atletas cheguem ao profissional em alto nível!!

Boa Xico.... sem contar com a falta de incentivo do governo....

Assuntos


Posts em destaque


AO VIVO Assista agora o
MAIOR CONGRESSO DE FUTEBOL DAS AMÉRICAS
ASSISTIR AGORA!