Big Data: saiba como o Liverpool utiliza ele!
Futebol Interativo

Saiba como o Liverpool utiliza Big Data


Carregando...

2021-11-16 11:30:00 |

Saiba como o Liverpool utiliza Big Data

Compartilhe logo whatsapp logo facebook logo linkedin logo twitter
Compartilhe img

Sendo um dos maiores clubes do mundo, o tradicional Liverpool Football Club, ou simplesmente Liverpool utiliza Big Data e volta a se destacar no pódio dos campeonatos nacionais e internacionais. 

 

O time do condado de Merseyside, após 30 anos, se consagrou campeão da Premier League no ano de 2020 e garantiu a taça do mundial em 2019, após conquistar a Champions League.


Para erguer os recentes troféus, o time de Jurgen Klopp teve de passar por uma reformulação de elenco e, principalmente, de investimento, revolucionando as diretrizes do futebol moderno. 

 

Como se deu a utilização do big data?

Uma dessas mudanças que, para o próprio Klopp foi a de maior relevância, é o investimento em um software de análise de desempenho e sistema de jogo, com dados de mais de 100 mil jogadores em todo o mundo. Como o Liverpool utiliza Big Data, os reds transformaram o seu modelo de jogo e principalmente, a sua forma de atuar no mercado.  

 

Com a falta de poder de barganha no mercado internacional, não podendo competir financeiramente com times mais ricos, ou seja, não podendo contar com as maiores estrelas do esporte, o Liverpool passou a investir na análise de dados para decidir quais jogadores se encaixariam em seu sistema de jogo.


Com isso, o clube trouxe jogadores que se destacaram (e muito) como Naby Keïta, Mohamed Salah, Roberto Firmino, Takumi Minamino entre outros... Todos esses, inclusive, são estrelas do atual elenco atuante em Anfield.  

 

De acordo com o próprio Liverpool, o software desenvolvido pelo físico Ian Graham, formado pela Universidade de Cambridge e chefe do departamento de estatística do clube inglês, capta dados como tomadas de decisões, visão de jogo, inversões, faltas desnecessárias ou faltas táticas, passes inteligentes ou protocolares, poder de decisão, nervosismo em momentos finais ou de pressão, etc. 

 

Esses são apenas alguns fatores que fazem com que o Departamento de Estatística e Desempenho, junto com o de Análise de Mercado, consigam achar jogadores ao redor do globo que se enquadrem com as características do perfil do técnico alemão. Dessa forma, investindo em jogadores de forma mais “segura e garantida”, além da potencialização do jogador em prospecto ao se encaixar no elenco com determinada função.  

 

Com grande sucesso dentro e fora das quatro linhas, o modelo de gestão e investimento do Liverpool, se tornou tendência mundial. Os times RedBull Bragantino, Atlético de Madrid, Inter de Milão, Real Madrid e o Grupo City passaram a investir cada vez mais forte no escopo de análise de desempenho e no tratamento de Big Data visto o retorno dessa aplicação por parte do time inglês. 

 

Desde 2015 o investimento mundial no setor subiu gradativamente e cada vez mais há espaço para analistas dentro do Futebol. No Brasil, a história não é diferente. Palmeiras, Red Bull Bragantino, Fluminense, Flamengo, Atlético Mineiro, Corinthians são alguns dos grandes clubes que hoje dedicam uma verba considerável ao seu departamento de análise estatística. 

 

Cada vez mais o mercado para se trabalhar com o Futebol, seja qual for a área, se expande. Conforme passam-se os anos, o investimento no mercado futebolístico aumenta e se torna mais efetivo, necessitando cada vez mais contar com profissionais adequados no mercado. A Análise de desempenho e de ciência de dados não se exclui desse todo, os próprios clubes confirmam essa afirmação. Hoje em dia, ganha como o Liverpool, aqueles que se atualizam e se especializam em analisar o que é melhor para você ou para o clube.  


Tags

0 comentários

Assuntos


Posts em destaque


AO VIVO Assista agora o
MAIOR CONGRESSO DE FUTEBOL DAS AMÉRICAS
ASSISTIR AGORA!